www.VALTV.org www.VALTV.org



Qui27112014

Back Notícias Entorno / Mundo MANIFESTAÇÃO COM QUEIMA DE ÔNIBUS EM NOVO GAMA-GO

MANIFESTAÇÃO COM QUEIMA DE ÔNIBUS EM NOVO GAMA-GO

  • PDF

Seis pessoas são detidas após manifestação na GO-520

Eles reivindicam a duplicação da rodovia e melhoria do transporte público da região. Pelo menos dez ônibus foram apedrejados. Viação Anapolina disse vai colocar 15 ônibus novos em circulação.

Depois de quatro horas da liberação da pista, funcionários da Viação Anapolina ainda trabalhavam para retirar o que sobrou dos dois ônibus incendiados na GO-520. Outros cinco veículos depredados foram levados do local. Seis pessoas, que segundo a polícia são suspeitas de vandalismo, estão detidas na Delegacia do Novo Gama.

O protesto começou às 5h30. Os moradores da região do Novo Gama fecharam a rodovia com barreiras de fogo. Eles cobram a duplicação, asfaltamento e iluminação da pista. E reclamam dos ônibus que fazem a linha para o DF, com a passagem de R$ 4.
“Só tem uma empresa, Anapolina. Queremos que o monopólio seja quebrado”, queixa-se um passageiro. Outra passageira reclama que a frota é insuficiente. “Tem um ônibus que passa às 5h20, e outro às 6h20. Se perder, a gente não trabalha”, denuncia a auxiliar de serviços gerais Joana Sousa.

O grupamento de choque da PM foi recebido com pedradas pelos manifestantes. Um rapaz e uma menina ficaram feridos. A polícia precisou de reforço para conter os manifestantes que tentavam virar os ônibus.

Um incêndio começou depois que dois rapazes jogaram uma tocha de papel no bagageiro. Em meio a pedradas, o fogo se espalhou e queimou o ônibus que estava atrás. Uma caminhonete também foi incendiada.

Os policiais deram tiros de alerta e jogaram bombas de efeito moral. Pelo menos dez ônibus foram apedrejados, dois viraram carcaça. “Esse ato de protesto, detonando patrimônio dos outros, não é bom. Amanhã vai faltar para eles”, relata o comerciante Paulo Roberto da Silva.

O prefeito do Novo Gama, João de Assis Pacífico, disse que o governo anterior não teria autorizado o começo das obras, licitadas desde 2007. “Eu tenho que fazer outro projeto. O prazo que colocaram na última reunião, que eu tive com o presidente da Agência Goiânia de Transportes e Obras (Agetop), é de 90 dias para começar a obra”, completa.

A empresa Viação Anapolina, que está com a concessão vencida desde outubro, disse que vai colocar 15 ônibus novos em circulação.

Alessandra de Castro / Juarez Dornelles / Marcos Silva / Élder Miranda

Saiba mais


Fonte: DFTV 2ª Edição > 28/03/2011


MANIFESTAÇÃO COM QUEIMA DE ÔNIBUS EM NOVO GAMA-GO