SINDSEPEM/VAL: ELEIÇÕES 2012 – VALPARAÍSO-GO

www.VALTV.org www.VALTV.org



Qua02092015

Back Notícias Valparaíso de Goiás SINDSEPEM/VAL: ELEIÇÕES 2012 – VALPARAÍSO-GO

SINDSEPEM/VAL: ELEIÇÕES 2012 – VALPARAÍSO-GO

  • PDF

Chapa adversária sofre baixas e chapa cutista será a única no processo eleitoral do Sindicato dos Servidores Públicos de Valparaíso de Goiás – SINDSEPEM/VAL.

No processo eleitoral do SINDSEPEM/VAL, duas chapas se inscreveram, sendo a Chapa 1, liderada pela professora Olízia Alves – atual Presidenta do sindicato – e a Chapa 2, liderada pelo professor Wesley Garcia. Depois de registradas as chapas e feita a publicação na base dos nomes componentes de ambas, dos quinze membros inscritos na Chapa 2, sete (47%) retiraram seus nomes, sendo constatadas também irregularidades na documentação que acompanhou o respectivo registro. Em razão disso e de outras irregularidades, a Chapa 2 foi impugnada, não conseguindo sanar as irregularidades, razão por que a impugnação foi julgada procedente. Assim, a Chapa 2 não conseguiu colocar-se em condições de participar do processo. Click imagem abaixo p/ inteiro teor da Ata de Julgamento de Impugnação.

Fonte: Sindsepem/Val


SINDSEPEM/VAL: ELEIÇÕES 2012 – VALPARAÍSO-GO

Comentários 

 
#6 Servidor 23-05-2012 20:29
Antecipou-se as mudanças devido as conjunturas atuais. Servidores VOTEM NA CHAPA 1. Hoje nós professores e servidores só temos uma última arma: O VOTO. A começar pela reeleição da atual direção do nosso sindicato (SINSEPEM/VAL). A prefeita está igual um dragão: cuspindo fogo, praguejando e ordenando aos seus "capachos" que "tomem a direção do sindicato ou vocês perderão suas mordomias de direção de escolas, coordenações, direções na SME e direção no CME... "Seus incompetentes" - berra ela aos ouvidos de seus vassalos. Pena. Poderiam estar melhor se já tivessem abandonado o "barco". Infelizmente tem gente prá tudo, né?
 
 
#5 Ediram 23-05-2012 09:31
Todo o processo eleitoral foi deflagrado e conduzido de maneira aberta, transparente, democrática, com regras deliberadas na assembleia geral, instância máxima de deliberação do sindicato, amplamente divulgada, inclusive aqui no VALTV. Portanto, nada obstou, no prazo regimental, a inscrição de quantas chapas de oposição quisessem participar da disputa.
O fato é que a oposição à atual direção só interessa ao governo, que quer ver-se livre da autonomia dos atuais dirigentes, que não se “vendem”; quer livrar-se também do forte suporte técnico e jurídico que esses dirigentes hoje oferecem ao SINDSEPEM/VAL.
Ora, toda a categoria sabe disso. Talvez, por isso, a oposição não encontrou na base pessoas em número suficiente para formar uma chapa e disputar as eleições como era o desejo do governo e de quem o apoia.
Fazer o que...?
 
 
#4 Cidadã 22-05-2012 21:20
Acho demais,não ter concorrente a eleição do sindicato,assim fica muito fácil ganhar não é?kkkkkkkkkkkk..................Certamente não precisa ser uma chapa a favor da prefeitura,mas acho que toda e qualquer eleição tem que ter concorrência,ga nha quem melhor se apresentar.
 
 
#3 Thiago 19-05-2012 12:09
Citando Weslei Garcia:
As coisas precisam estar claras. Em nenhum momento foi citado o fato de que um dos nomes que se retirou da chapa fui eu mesmo. Vamos pontuar algumas questões: Primeiro, quando compus a chapa do sindicato, estava dialogando com trabalhadores a oportunidade de formarmos uma chapa apartidária, que verdadeiramente defendesse os direitos da categoria. A oposição a professora Olízia é pontual. Reconheço o excelente trabalho feito por essa diretoria, especialmente no caso Ipasval, mas sempre critiquei a ausência de eleições de delegados sindicais por locais de trabalho (e não indicados em chapas), a falta de prestação de contas trimestrais, a não mudança estatutária viabilizando o colegiado em detrimento ao presidencialism o. Pontos que sempre foram defendidos tb pela Olízia quando ainda era apenas oposição sindical. Portanto, resolvi montar uma chapa para o debate ideológico na condução sindical, mas nunca negando a história de luta da atual direção.
Sei reconhecer a história de cada um na luta, e sei que ela e os demais membros da atual direção tb possuem maturidade política suficiente para reconhecer o mesmo.
Quanto a Leda, é claro que ela representa o atraso do município. Vendeu a cidade a grandes empreiteiras, destruiu nascentes, desconfigurou nossas chácaras, criou o inchaço populacional, e o consequente crescimento desordenado, onde vários jovens são presas fáceis a prostituição e drogas. Onde faltam creches e escolas para atender a demanda. Onde se escuta diariamente denúncias de desvios de verbas seja na educação, saúde e previdência. Um governo desastrosos e prejudicial à cidade.
PORTANTO SOMOS RADICALMENTE OPOSIÇÃO A TODOS OS GRUPOS POLÍTICOS E FIGURAS QUE ADMINISTRARAM DIRETA OU INDIRETAMENTE NOSSA CIDADE. Zé Valdécio e Leda são iguais. Fechando a conversa, minha declaração de voto hoje nas eleições sindicais é CHAPA 1. Continuarei oposição, mas prefiro discutir entre trabalhadores como eu a melhor condução sindical, do que entregar a outros grupos políticos.
Um forte abraço


Você que se diz tão conhecedor da administração pública comparar a administração de Zé Valdécio com o de Leda é demais para o nosso entendimento. Ainda por cima fazer parte de uma chapa que era basicamente a extensão da administração de Leda, como por exemplo o senhor Fabrício Costa, que graças a Deus o servidores conhece bem. E ainda ser financiada por Emanuel Ayres com apoio do vereador Silvano. Nossa seria o fim da picada, uma vez que já estamos cansados de ter tantos demagogos que diz preocupar-se com a educação e não fazem nada contra esse desgoverno.
 
 
#2 Weslei Garcia 18-05-2012 22:10
As coisas precisam estar claras. Em nenhum momento foi citado o fato de que um dos nomes que se retirou da chapa fui eu mesmo. Vamos pontuar algumas questões: Primeiro, quando compus a chapa do sindicato, estava dialogando com trabalhadores a oportunidade de formarmos uma chapa apartidária, que verdadeiramente defendesse os direitos da categoria. A oposição a professora Olízia é pontual. Reconheço o excelente trabalho feito por essa diretoria, especialmente no caso Ipasval, mas sempre critiquei a ausência de eleições de delegados sindicais por locais de trabalho (e não indicados em chapas), a falta de prestação de contas trimestrais, a não mudança estatutária viabilizando o colegiado em detrimento ao presidencialism o. Pontos que sempre foram defendidos tb pela Olízia quando ainda era apenas oposição sindical. Portanto, resolvi montar uma chapa para o debate ideológico na condução sindical, mas nunca negando a história de luta da atual direção.
Sei reconhecer a história de cada um na luta, e sei que ela e os demais membros da atual direção tb possuem maturidade política suficiente para reconhecer o mesmo.
Quanto a Leda, é claro que ela representa o atraso do município. Vendeu a cidade a grandes empreiteiras, destruiu nascentes, desconfigurou nossas chácaras, criou o inchaço populacional, e o consequente crescimento desordenado, onde vários jovens são presas fáceis a prostituição e drogas. Onde faltam creches e escolas para atender a demanda. Onde se escuta diariamente denúncias de desvios de verbas seja na educação, saúde e previdência. Um governo desastrosos e prejudicial à cidade.
PORTANTO SOMOS RADICALMENTE OPOSIÇÃO A TODOS OS GRUPOS POLÍTICOS E FIGURAS QUE ADMINISTRARAM DIRETA OU INDIRETAMENTE NOSSA CIDADE. Zé Valdécio e Leda são iguais. Fechando a conversa, minha declaração de voto hoje nas eleições sindicais é CHAPA 1. Continuarei oposição, mas prefiro discutir entre trabalhadores como eu a melhor condução sindical, do que entregar a outros grupos políticos.
Um forte abraço
 
 
#1 Servidor 18-05-2012 21:06
Justiça seja feita! Depois de todas as lutas e vitórias que a atual direção do SINDSEPEM/VAL, com o apoio dos servidores, conseguiram, não havia motivos para terem adversários. A não ser que, por ódio e inveja da prefeita, se criasse um grupo de servidores (alguns comprados), com a coordenação do vereador Emanuel Ayres (base leal da prefeita), tentasse (mesmo que a derrota deles seria lógica e clara), assumir a direção do nosso sindicato! Imaginem, sindicato e prefeita juntos: se o que conseguimos na base da força ainda é pouco, o que será que conseguiríamos com a prefeita mandando no sindicato? Pensem e repensem...